Acidente com três mortes é registrado na SC 447, em Araranguá - Portal Agora
Conecte-se agora

Segurança

Acidente com três mortes é registrado na SC 447, em Araranguá

Publicado

em

FOTOS: PORTAL AGORA!

As vítimas eram da mesma família e saíam de um enterro

Uma tragédia foi registrada na manhã desta sexta-feira, dia 22, na Rodovia Governador Jorge Lacerda, SC 447, em Araranguá. Três pessoas da mesma família que saíam de um enterro de um parente, morreram ao colidirem em um caminhão e uma foi socorrida com vida.

A família seguia em comboio do Cemitério Jardim da Paz para a Rodovia Estadual, quando por volta das 09h40min, a motorista do veículo Prima com placas de Forquilhinha saiu do trevo do Loteamento Açores, no bairro Caverazinho e cortou a frente de um caminhão tanque que trafegava da via, sentido trevo da Unisul.

O motorista do caminhão tentou frear, mas não conseguiu evitar a colisão na lateral do Prisma. Com o impacto, o automóvel foi jogado para o pátio de uma empresa. O caminhoneiro não teve ferimentos, mas ficou em estado de choque.

No automóvel estavam quatro pessoas e três, não resistiram a colisão e morreram no local. O passageiro do banco dianteiro, filho da motorista, teve ferimentos e foi encaminhado ao Hospital Regional de Araranguá.

Atuaram na ocorrência o Corpo de Bombeiros, que teve que serrar a coluna lateral do carro para a retirada das vítimas fatais, SAMU, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Estadual e Instituto Médico Legal.

Parte da rodovia foi bloqueada nos dois sentidos da pista, sendo o trânsito desviado para a realização dos trabalhos dos órgãos de segurança.

Muitos familiares que também estavam no enterro ficaram chocados com a tragédia. Uma mulher teve um mal súbito ao ver os parentes mortos e foi socorrida pela equipe do SAMU e levada ao HRA.

Morreram no local do acidente a motorista Solange Bernardino da Rosa Gomes de 38 anos e os passageiros do banco traseiro, Nazi Bernardino de 55 anos e José da Rosa de 61, pais da motorista e avós do garoto que foi o único sobrevivente.

Segundo parentes que acompanharam os trabalhos dos órgãos de segurança, a família voltava do enterro do irmão do seu José e seguiria para Meleiro, onde moravam.

Propaganda

Facebook

Crie seu site na ServerPro