Araranguá já conta com Sistema de Videomonitoramento; veículos não serão multados - Portal Agora
Conecte-se agora

Segurança

Araranguá já conta com Sistema de Videomonitoramento; veículos não serão multados

Publicado

em

Ao todo são 12 câmeras espalhadas pela Cidade das Avenidas

Foram instaladas e estão em fase de testes as câmeras de monitoramento na cidade de Araranguá. A efetivação se dá após a aprovação do projeto de Lei Ordinária nº 10/2019, por parte de Câmara de Vereadores que autorizou que o município firmasse uma parceria público-privada com a Associação Empresarial de Araranguá e Extremo Sul Catarinense (ACIVA), membro do Fórum de Segurança Pública – executor do projeto que reúne mais de 16 entidades.

São 12 câmeras espalhadas em pontos estratégicos de Araranguá, como entradas e saídas do município. O valor investido é de R$ 137.042,00 e servem para auxiliar os órgãos de segurança na execução de seus trabalhos e para colaborar com a qualidade de vida dos moradores, afirma o presidente do fórum, Laércio Machado Júnior. “Há alguns anos o Fórum de Segurança Pública vem trabalhando na implementação de câmeras de monitoramento para que a população se sinta mais segura e que os órgãos de segurança possam elucidar crimes de nossa cidade quando necessário. Essas câmeras não estão interligadas com outros órgãos como os de trânsito, como compartilhado nas redes sociais”, comenta.

O comandante do 19º Batalhão de Polícia Militar de Araranguá, Tenente-coronel Ronaldo da Silva Cruz reforça a ponderação do presidente do Fórum de Segurança. “As câmeras terão por única finalidade incrementar as questões de segurança a todos que moram, trabalham, estudam ou estejam por qualquer outro motivo na cidade de Araranguá. Não vamos utilizar as câmeras para multar veículos por falta de pagamento de IPVA, ou algo do tipo”.

locais e o monitoramento

De acordo com Laércio, os locais foram definidos após estudo técnico. “Com a ajuda das polícias Militar e Civil realizamos um estudo tradicional para a instalação de câmeras, já aplicado em grandes metrópoles e fora do Brasil,”, pontua Laércio.

No investimento já está inclusa a manutenção das câmeras de segurança, um software que concede o acesso às imagens, conta. “Comparado aos benefícios que a nossa cidade poderá ter esse é um valor razoável de investimento”.

As imagens ficarão sob responsabilidade da Polícia Militar. “As imagens já estão sendo armazenadas e irão para o observatório da Polícia Militar e não falamos em monitoramento, mas sim utilização das imagens em tempo real nas ocorrências e atendimentos, e na recuperação das imagens para suporte nas investigações criminais”, relata Laércio.

A entrega oficial das 12 câmeras deve acontecer em até 10 dias. “Elas já foram todas instaladas e estão gravando desde a semana passada e já podem ser utilizadas se necessário, mas vale ressaltar que o projeto está em fase de testes para os ajustes finais e treinamentos”, finaliza.

Facebook

Crie seu site na ServerPro