Com investimentos de R$ 1,2 bilhão, Governo do Estado lança programa Minha Nova Escola - Portal Agora
Conecte-se agora

Educação

Com investimentos de R$ 1,2 bilhão, Governo do Estado lança programa Minha Nova Escola

Publicado

em

Um esforço conjunto para melhorar a qualidade do ensino, tornar a sala de aula mais atrativa para alunos e professores e reforçar a infraestrutura da rede estadual. Esse é o programa Minha Nova Escola, lançado nesta segunda-feira, 22, pelo governador Carlos Moisés, ao lado do secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni. Para alcançar esses propósitos, o Governo do Estado investirá R$ 1,2 bilhão a partir do segundo semestre deste ano. As 1.071 escolas da rede estadual serão contempladas com alguma melhoria.

“Esse é um compromisso que nós assumimos lá atrás: as escolas precisavam melhorar. Esse investimento de R$ 1,2 bilhão vem para isso, trazer de volta essa escola que o aluno tanto quer: pintada, com equipamentos, bem cuidada”, destacou o governador.

Os investimentos no Programa Minha Nova Escola estão divididos em cinco vetores: Educação Inovadora, Infraestrutura Escolar, Gestão Total, Qualificação Permanente e Além da Escola(transporte). Do total a ser aportado, a maior parte dos recursos — aproximadamente 74% —  será aplicada nos investimentos em infraestrutura. Segundo o secretário Natalino Uggioni, esse quesito não recebeu a devida atenção ao longo dos últimos 30 anos e, por conta disso, chegou a hora de investir fortemente.

“Nossas escolas são estruturas grandes, que precisam ser mantidas. Todo mundo que tem um imóvel sabe que, se você não cuidar, ele vai ficar em condições ruins. Esse volume de obras representa o compromisso dessa gestão para prover as melhores condições para que a educação, de fato, aconteça”, afirma Uggioni.

O anúncio do novo programa ocorreu em meio a um encontro com 1,1 mil gestores escolares de todo o Estado, em um hotel na Capital. O objetivo do evento, segundo o secretário Uggioni, é o alinhamento das ações para o segundo semestre, de forma a garantir um amplo conhecimento das linhas mestras a serem seguidas.

“É um contato direto com os responsáveis pela educação. Os professores são o elo fundamental da nossa cadeia. A fala presencial serve também para internalizar princípios e aproximar esse contato. É o começo de muitas ações desse tipo que queremos realizar”, completou o secretário.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Facebook

Crie seu site na ServerPro