Conecte-se agora

Segurança

DPMU do Arroio investiga tentativa de latrocínio

Publicado

em

Crime ocorreu na madrugada desta segunda-feira e vítima foi jogada no Rio Araranguá algemada 

A equipe de agentes da Polícia Civil da DPMU de Balneário Arroio do Silva, coordenada pelo delegado Jair Pereira Duarte, está investigando uma tentativa de latrocínio ocorrida nesta madrugada de segunda-feira, dia 15 e descoberta no amanhecer.

"

Segundo informações, a vítima, um homem de 54 anos recebeu uma ligação telefônica de uma mulher de 31 anos, com quem tem um caso há 14 anos, para que fosse até uma residência na área central de Balneário Arroio do Silva. Ao chegar no local indicado, por volta da 01 hora, o homem viu a mulher, momento em que foi rendido por dois bandidos que o algemaram e o jogaram dentro do próprio veículo (Siena de cor prata).

Os bandidos andaram com o homem por mais de uma hora e ao chegarem na localidade de Sapiranga, na Ponte do Rio Itoupava, o retiraram do carro e o jogaram no Rio Araranguá, para que morresse afogado, fugindo em seguida com o veículo roubado.

Para salvar a vida, a vítima que foi algemada com os braços para frente, conseguiu nadar na escuridão, parando em um barranco às margens do rio. A PM de Meleiro foi acionada no amanhecer de hoje e conduziu o homem à Central de Plantão Policial.

Durante a manhã e a tarde o homem foi ouvido, assim como algumas testemunhas e as investigações estão em andamento. Na delegacia também compareceram a mãe e a irmã da mulher que entrou em contato via telefone com a vítima. Elas contaram que há 40 dias a mulher não entra em contato com a família.

O delegado Jair não deu maiores informações acerca das investigações, para não atrapalhar os trabalhos. A mulher de 31 anos ainda não foi localizada e os autores ainda não foram encontrados.

Propaganda

Crie seu site na ServerPro