Jovem é condenado há nove anos de prisão em Júri Popular – Portal Agora
Conecte-se agora

Segurança

Jovem é condenado há nove anos de prisão em Júri Popular

Publicado

em

Advogado de defesa recorreu da sentença

Sentou nesta quinta-feira, dia 25, no banco dos réus no Fórum de Araranguá, André dos Santos de 20 anos, mais conhecido como “Dentinho”. Ele é acusado do crime de tentativa de homicídio contra Zaldair Machado João Pedro, que ficou paraplégico e não pode comparecer no tribunal.

O crime aconteceu na madrugada do dia 24 de janeiro de 2017, no “Pau Pega”, em Araranguá. Segundo reportado na época, Zaldair estava em casa, localizada no “Pau Pega”, na rua que sobe para o Morro Centenário, quando por volta das 02 horas foi chamado e alvejado por três disparos de arma de fogo que atingiram a perna, o tórax e o pescoço. Populares informaram que ouviram mais de cinco tiros.

A vítima foi socorrida por uma pessoa que a deixou no Hospital Regional de Araranguá e um mês depois, o acusado foi preso pela DIC de Araranguá.

“Dentinho” que está preso no Presídio Regional de Araranguá desde fevereiro do ano passado, chegou escoltado no Júri. O Advogado de defesa, Vicente Machado alegou legítima defesa de seu cliente, desistência voluntária e por último pediu a desclassificação, para lesões corporais.

A acusação ficou por conta do representante do Ministério Público, o Promotor de Justiça, Dr. Ricardo Gabriel Zanon Meyer, que sustentou a tentativa de homicídio com qualificadoras.

Após nove horas de julgamento, os jurados reconheceram a tentativa de homicídio e as qualificadoras de dissimulação e motivo torpe, pleiteadas pelos Ministério Público. Ao final do julgamento, a juíza Letícia Pavei Cachoeira leu a sentença, sendo “Dentinho” condenado há nove anos de prisão, em regime fechado.

Advogado de defesa recorreu da sentença.

Facebook

Crie seu site na ServerPro