Maracajá amplia parceria com UFSC para projetos de tecnologia na educação - Portal Agora
Conecte-se agora

Educação

Maracajá amplia parceria com UFSC para projetos de tecnologia na educação

Publicado

em

A parceria entre o campus da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) de Araranguá, por meio do Laboratório de Experimentação Remota (RexLab) e a administração municipal de Maracajá, vai se intensificar em 2020, ampliando os horizontes do processo de inclusão digital e acesso às tecnologia pela educação na rede municipal de ensino.

Encontro entre o coordenador geral do RexLab, professor doutor Juarez Bento da Silva com o prefeito de Maracajá, Arlindo Rocha, consolidou o avanço da parceria, com novos projetos. Arlindo estava acompanhado da diretora de Educação, Aline Rosso e da mestranda da UFSC e professora em Maracajá, Rosilaine Magagnin.

Um dos projetos integra o Programa “Ciência na Escola”, do governo federal, que tem por objetivos fortalecer a interação entre escolas de educação básica e instituições de ensino superior, no caso a UFSC campus de Araranguá, democratizar o conhecimento e popularizar a ciência, informa o professor Juarez.

Na prática será priorizada a capacitação dos professores para o uso da tecnologia de impressão 3D e de corte a laser, desenvolvendo ferramentas pedagógicas para uso em sala de aula, que dinamizem o aprendizado e estimulem o interesse dos alunos da educação básica pelas carreiras científicas, identificando novos talentos para o setor.

Os alunos no contra turno escolar terão como opção o desenvolvimento de projetos como robótica, programação de computadores e a implementação de soluções inovadoras que contribuam para aprimorar o ensino e o aprendizado de ciências. Haverá  capacitação dos alunos das séries finais para o empreendedorismo, preparando-os para o mundo do trabalho.

O prefeito de Maracajá salientou que a parceria com o RexLab já vem mostrando resultados positivos na proposta da administração municipal de incluir os estudantes e professores nas tecnologia digitais e criando novos rumos na educação do município. “Com novos projetos vamos avançar muito e qualificar ainda mais nossa educação”, resumiu.

A nova escola da rede municipal, que entra em operação em 2020 com 12 salas de aula e demais dependências, incluindo laboratórios, terá o benefício de conexão de internet ampliada em até 250 mega, dez vezes mais que na atual Escola Nivaldo Rosa, onde funciona a maior escola da rede, com mais de 550 alunos.

O RexLab existe desde 1997 na estrutura da Universidade Federal de Santa Catarina e conta atualmente com uma rede de 12 Universidades (RexNet), em cinco países.  “Um de seus objetivos é atender a necessidade de apropriação social da ciência e da tecnologia, popularizando conhecimentos científicos e tecnológicos”, finaliza o coordenador Juarez Bento da Silva.

Fonte: Gilvan de França/Assessoria de Imprensa

Propaganda

Facebook

Crie seu site na ServerPro