Maracajá se mobiliza para melhorar nível de imunização contra febre amarela - Portal Agora
Conecte-se agora

Saúde

Maracajá se mobiliza para melhorar nível de imunização contra febre amarela

Publicado

em

Até a semana passada, 76,6% das pessoas com idades entre nove meses e 59 anos, moradores de Maracajá, se vacinaram e estão imunes a febre amarela. A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde para o município cumprir até 30 de dezembro é de 95% da população alvo. A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, que pode levar à morte em cerca de uma semana se não for tratada rapidamente.

O alerta é da coordenadora da Sala de Vacinas do Centro Municipal de Assistência a Saúde Dejair Rossa (Cemasas), Silvana Bilésimo, explicando que a vacinação ocorre apenas em dois dias da semana, já que os frascos seis horas depois de abertos não podem ser mais utilizados. Assim, a vacinação ocorre nas terças-feiras das 7 às 11h30 e das 13 às 15h45 e nas sextas-feiras das 7 às 11h30.

Os sintomas iniciais incluem febre de início súbito, calafrios, dor de cabeça, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Em casos graves, a pessoa pode desenvolver: febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos.

Fonte: Gilvan de França/Assessoria de Imprensa

Facebook

Crie seu site na ServerPro