Maria Garcia Pessi: não conclusão de obra preocupa estudantes – Portal Agora
Conecte-se agora

Educação

Maria Garcia Pessi: não conclusão de obra preocupa estudantes

Publicado

em

Um sonho antigo da comunidade escolar que custará mais de R$ 4 milhões para os cofres públicos

Está sendo compartilhada nas redes sociais uma petição elaborada por estudantes da Escola Professora Maria Garcia Pessi, no bairro Cidade Alta, em Araranguá, solicitando que as obras estruturais da unidade de ensino – das maiores do município – seja concluída. Para relembrarmos, a reforma da escola iniciou há alguns anos e até o momento não foi finalizada. No começo do ano, foi divulgado na imprensa que em maio a escola estaria pronta, compromisso este que foi firmado em uma reunião do deputado José Milton, gestores da escola e o secretário de estado da Educação Natalino Uggioni.

O prazo estipulado não foi cumprido, e mais uma vez os estudantes da escola estão sendo lesados pelo problema. A petição na internet relata o drama vivido. “Ficamos tempos sem ver sinal de construção por falta de verba e quase um ano depois a reforma começou, porém, não cumpriram com o prazo de entrega e os alunos que estavam deslocados voltaram para a instituição com esperanças de que a obra iria ser entregue até metade daquele ano e para infelicidade de todos, o governo do estado cortou a verba e a obra está praticamente paralisada”, escrevem os estudantes.

Ainda na petição, que conta com mais de 150 assinaturas, os alunos relatam a real situação vivenciada. “As escadas estão fechadas com madeiras, quadras em péssimas condições e com pregos fixados nas madeiras provocando perigo principalmente as crianças, ambiente exterior sem cobertura e condições horríveis para fazer e servir a merenda”, relatam.

Nossa reportagem procurou a diretora da escola, Sandra Vargas, que comentou sobre a petição. “Essa petição foi feita pelos alunos, eu conversei com eles e falei que providências estão sendo tomadas. A iniciativa não partiu da direção, conselho deliberativo e associação de pais e professores”.

Procurado, o gerente de fiscalização de obras da Coordenadoria Regional de Araranguá, Jocilon Coelho explicou a situação. “A obras estão em fase de conclusão, 95% da construção está pronta. Atualmente a empresa continua trabalhando, só que de forma mais lenta, levando em consideração alguns problemas entre estado e empresa. Algumas coisas, como as divisórias dos banheiros, que estavam no projeto e não estava planilha orçamentária, bem como o sistema de esgoto também e outros detalhes que exigiram que a empresa solicitasse aditivo, ou seja, mais verba para o governo”.

O gerente comentou que em breve a obra será entregue à comunidade escolar. “A empresa afirma que em 60 dias a escola estará pronta. O contrato com a empresa vence em dezembro e esperamos que até lá o educandário esteja concluído”.

A petição pode ser assinada e lida neste link: https://www.change.org/p/governador-o-ambiente-escolar-%C3%A9-essencial-na-vida-de-um-estudante-e-estimular-a-educa%C3%A7%C3%A3o-%C3%A9-importante

 

Propaganda

Facebook

Crie seu site na ServerPro