Moradores protestam e bloqueiam acesso à mineradora em Maracajá - Portal Agora
Conecte-se agora

Geral

Moradores protestam e bloqueiam acesso à mineradora em Maracajá

Publicado

em

FOTO: PORTAL AGORA!

Segundo manifestantes o bloqueio é por tempo indeterminado

Na manhã desta terça-feira, dia 20, moradores da Rua Pedro Rocha, de Maracajá, reuniram-se e bloquearam a rua que dá acesso a mineradora, alegando que estão sofrendo com o barulho e também com a poeira dos caminhões que trafegam pela via até o pátio da SBM Mineração, no período das 07 às 18 horas. Com faixas e cartazes em manifestação pacífica, todos afirmaram que o bloqueio será mantido até a resolução dos problemas.

Segundo dona Valda Maria Daros Minatto de 71 anos, moradora da Rua Pedro Rocha há 54 anos, a alternativa é a reabertura da Rodovia Jacob Westrup, a qual foi bloqueada por uma empresa há 20 anos.

Aproximadamente 30 caminhões que iriam carregar na mineradora, foram impedidos de passar; alguns caminhoneiros retornaram e seguiram viajem. De acordo com o presidente do Sindicato dos Mineiros de Criciúma, Djonatan Elias, moradores e trabalhadores estão pagando pelo descaso do poder público e o sindicato convocará uma assembleia para os próximos dias, com objetivo de enviar novos encaminhamentos.

Conforme o Prefeito de Maracajá Arlindo Rocha – que esteve pela manhã no local da manifestação – esta é uma situação onde todos tem uma parte de razão. “A mineradora tem razão porque está trabalhando dentro da legalidade e quer transportar o minério que é extraído; os moradores porque reivindicam por qualidade de vida, uma vez que está insuportável morar no local devido à grande quantidade de caminhões que transitam pela rua causando poeira e barulho” ponderou Arlindo.

Para o prefeito, a solução seria a reabertura da Rodovia Estadual SC 446, que foi fechada por iniciativa de uma moradora há mais 20 anos, e apropriada irregularmente por uma empresa, que usa o local onde ficava a rodovia. “Já estou algum tempo conversando com o Governo do Estado. Ontem conversei com o engenheiro responsável pelo Deinfra da região e falei da gravidade da situação. O que basta é a autorização do Governo do Estado para reabertura dessa rodovia”, concluiu o prefeito.

A Polícia Militar está no local monitorando a situação.

Facebook

Crie seu site na ServerPro