Projeto Geoparque Cânions do Sul lança candidatura a fim de se tornar um Geoparque Mundial da Unesco - Portal Agora
Conecte-se agora

Geral

Projeto Geoparque Cânions do Sul lança candidatura a fim de se tornar um Geoparque Mundial da Unesco

Publicado

em

Uma comitiva formada por representantes do Projeto Geoparque Cânions do Sul esteve em reunião com o Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, em Brasília, na terça-feira, dia 11 de junho. Na oportunidade, o ministro oficializou o apoio do Governo Federal para que a Unesco reconheça o território formado por sete municípios, entre os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, como um Geoparque Mundial.

A carta de manifestação de interesse na candidatura ao Programa Internacional de Geociências e Geoparques (IGGP), a fim de se tornar um Geoparque Mundial da Unesco, já foi elaborada pelo Consórcio Intermunicipal que administra o Projeto, assinada pelo presidente e prefeito de Morro Grande Valdionir Rocha e encaminhada ao Ministério das Relações Exteriores – Itamaraty, que enviará oficialmente o documento à Unesco, em Paris. A entrega da carta representa um primeiro passo no processo de avaliação do território como Geoparque. A próxima etapa será a entrega de um dossiê completo com evidências das ações desenvolvidas pelo Consórcio Intermunicipal, de acordo com as premissas do Programa.
O ministro do Turismo deve reforçar o pleito em reunião a ser realizada com o órgão das Nações Unidas na próxima semana, na França. “A gente vai ter o maior prazer e empenho em poder emplacar esse geoparque lá na Unesco. Se depender do Ministério do Turismo, essa beleza natural brasileira receberá o selo da Unesco, que comprova que este sítio é um verdadeiro patrimônio natural, cultural e material, gerando emprego e renda para a população, além é claro de estimular o turismo na região”, destacou Marcelo Álvaro Antônio.

O vice-presidente do Consórcio Intermunicipal, Schamberlaen Silvestre, que participou da reunião em Brasília, agradeceu a manifestação de apoio do Ministério do Turismo ao Projeto, destacando a importância da iniciativa para o desenvolvimento da região.

Situado entre sete municípios de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, a região turística possui uma área de 2.830 quilômetros quadrados, que contempla paisagens de relevância geológica internacional. Além disso, o local abrange ecossistemas de destaque no Brasil e conta com um rico patrimônio cultural, representativo dos diferentes povos que moram naquela região.

Com o reconhecimento do organismo internacional, essas áreas ampliam a capacidade turística da região. A expectativa é de que após a certificação do órgão, o local receba seis vezes mais turistas. Atualmente, no Brasil, apenas o Geopark Araripe, no Ceará, possui a certificação da Unesco. No mundo, há 147 geoparques titulados pela UNESCO, em 41 países.

Fonte: Itaionara Recco/Assessoria de Imprensa

Facebook

Crie seu site na ServerPro