Tiago Savi e Rita Maria da Silva poderão ser exonerados, já na segunda-feira – Portal Agora
Conecte-se agora

Política

Tiago Savi e Rita Maria da Silva poderão ser exonerados, já na segunda-feira

Publicado

em

O governador Carlos Moisés nomeou a professora Rita Maria da Silva, para comandar a GERED de Lajes e anunciou, na tarde da última quinta-feira, dia 3, Tiago Savi, para comandar a Santa Catarina Turismo S/A (Santur). Entretanto, há rumores de que os nomeados poderão ser exonerados, já na segunda-feira, uma vez que ambos apoiaram outros candidatos.

Neste sábado, dia 05, viralizou nas redes sociais, a indignação de apoiadores e integrantes do PSL, acerca dessas nomeações. No caso de Savi, havia em suas redes sociais, uma frase crítica a Bolsonaro, com a logomarca de apoio a Fernando Haddad. Imagens estas, já deletadas da Rede Social. Já no caso de Rita Maria, pesa o fato de ter sido militante do candidato ao governo estadual, Gelson Merísio.

Segundo informações, estas indicações não foram feitas pelo Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo, Lucas Esmeraldino, e sim, indicações pessoais do governador Carlos Moisés. Lucas apenas teria aceitado os nomes.

As executivas municipais do PSL estão se mobilizando com intuito de conseguir uma reunião com o governador, para tratar de indicações que não estão sendo passadas pelo “crivo” da Executiva Estadual. “Não estamos exigindo cargos, pedimos apenas uma participação maior na escolha dos nomes. Gostaríamos de ser consultados. Com certeza, também temos bons técnicos dentro do PSL que poderiam  ocupar estes cargos”, destacou um integrante do partido.

O deputado estadual Jessé Lopes (PSL Criciúma) se manifestou hoje, dia 5, nas redes sociais, acerca dessas contraditórias nomeações:

Governo Moisés/ transição/ indicações

 A cobrança e a expectativa em cima do novo governo do Estado é natural. Fui questionado pelos eleitores sobre a indicação de Tiago para a Santur e de Rita para a Gered de Lages. O primeiro por se declarar anti-Bolsonaro nas eleições e a segunda por ter reunido forças para Merisio. Também fui pego de surpresa. Entrei em contato com setores competentes do governo, que garantiram que a partir da próxima semana, providências serão tomadas em relação a professora Rita, que já exercia funções na Gered e se disponibilizou para trabalhar neste período de TRANSIÇÃO, até que se encontrasse alguém com o perfil do projeto governo-PSL. E que Tiago será reavaliado, pois a informação “anti-Bolsonaro” do mesmo, não fora identificada no momento do crivo. Parabéns povo Catarinense! Continuem assim participativos e ajudando o Cmt Moisés a fazer um excelente trabalho. Força e honra!”, escreveu o deputado criciumense.

Facebook

Crie seu site na ServerPro