FVA é avaliada com excelência em Educação pelo MEC – Portal Agora
Conecte-se agora

Educação

FVA é avaliada com excelência em Educação pelo MEC

Publicado

em

Instituição conquistou nota 4,19 em análise do Ministério da Educação, que avalia a qualidade do Ensino Superior no país

Um ótimo motivo para comemorar – esta é a leitura do coordenador de Ensino, Pesquisa e Extensão, Robson Pacheco, e da Procuradora Institucional, Valéria Masson Valeriano, sobre a recente avaliação da FVA – Faculdade Vale do Araranguá na pesquisa do INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, autarquia federal vinculada ao MEC, que conferiu conceito 4 à instituição – o que significa que a FVA conquistou o status de Referência na Excelência em Educação do Ensino Superior. Os conceitos de avaliação do INEP vão de 1 a 5, sendo de 1 a 2, insuficiente, conceito 3, adequado, e de 4 a 5, excelente.

Para avaliação das instituições de Ensino Superior, o órgão federal reúne vários critérios em cinco eixos fundamentais. Entre os pontos avaliados, estão o ensino, pesquisa, extensão, infraestrutura, corpo docente, titulação dos professores e avaliação institucional – feita pelos acadêmicos, funcionários e comunidade externa. As notas de cada eixo são somadas e divididas, resultando na média final que, nesta avaliação, chegou a um escore final de 4,19 pontos.

Investimentos

Segundo Robson, a recém conquistada Excelência em Educação pela FVA é resultado de um contínuo investimento em melhorias e ampliação da Faculdade: “Em dez anos de atuação, a FVA vem crescendo gradativamente, com passos firmes, mas também ciente do mercado, do que nós almejamos e pensamos como instituição de ensino”, relata o Coordenador, explicando que a instituição foi visitada por uma banca de três avaliadores experientes, que durante três dias examinaram cada aspecto da instituição araranguaense.

“Para chegar a esse conceito, ao longo dos dez anos de trabalho da FVA, diversos projetos e ações são desenvolvidos continuamente, visando esta excelência que hoje conquistamos, explica a Procuradora Institucional Valéria, que destaca o grande trabalho realizado em prol da acessibilidade: “Os cuidados vão desde nossos banheiros, totalmente acessíveis e adequados aos portadores de necessidades especiais, além de fraldários e banheiros familiares. Temos sinalização em Braile e piso tátil em toda a instituição, para facilitar o acesso aos deficientes visuais, e computadores na biblioteca e nos laboratórios de informática adaptados a cadeirantes, portadores de baixa visão e deficientes auditivos”, relata.

Outro grande investimento apontado pela equipe, que celebra o excelente resultado, é o grande volume de aquisições para a Biblioteca e novos materiais para os laboratórios: “Temos dois laboratórios de informática plenamente acessíveis, laboratórios de Química, Microbiologia, Enfermagem, Anatomia, Desenho Técnico e Microscopia, todos devidamente equipados através de investimentos substanciais”, descreve.

Quebrando os padrões das salas de aula convencionais, as “Salas Invertidas” também chamaram a atenção dos avaliadores do MEC: “São ambientes com almofadas, puffs, tapetes, mesas redondas, recursos multimídia e lousas digitais, onde professores e alunos estão mais integrados, facilitando o processo de ensino- aprendizagem e colocando o discente em posição de protagonismo”, ressalta Robson, que também destaca a Sala de Pesquisa, onde os três grupos que produzem trabalhos nas áreas de Ciência e Saúde Coletiva, Empreendedorismo e Inovação, além da Gestão Pública, possuem espaço próprio para se reunir e fazer seus estudos. A secretaria também foi repaginada, com quesitos como acessibilidade e humanização no atendimento. A nova sala de integração docente segue conceito similar, e estão sendo construídas mais cinco novas salas de aula.

“Também a extensão, que simboliza a presença da Faculdade na comunidade, recebeu a maior pontuação, nota 5, trazendo o reconhecimento de nossa parceria com a população, as escolas públicas da região, entidades assistenciais, como Lions Clube e de classe, como a CDL. Isso acontece porque a FVA preza pelo social. Queremos estar cada vez mais inseridos e fazendo parte do crescimento e da História da região do Vale do Araranguá”, finaliza Robson.

Saiba mais

A FVA conta com cinco cursos de Graduação: Bacharelado em Enfermagem, Administração, Educação Física, Ciências Contábeis e Licenciatura em Educação Física. Em Nível técnico, os cursos técnicos ofertados são os seguintes: Enfermagem, Radiologia, Estética, Nutrição e Edificações, além de dois cursos de Pós Graduação Lato Sensu – o MBA em Gestão de Pessoas e Coaching e a Especialização em Treinamento Funcional e Personal Trainer. Para o início de 2020, está prevista a abertura de matrículas para as especializações em Saúde Coletiva e Gestão Hospitalar, assim como novas turmas para o curso pós-técnico em Instrumentação Cirúrgica Com o excelente resultado colhido nesta última avaliação do INEP, a FVA amplia também a possibilidade de abrir o leque de opções para mais cursos no Ensino Superior ministrados pela instituição.

Fonte: Assessoria de Imprensa

 

Facebook

Crie seu site na ServerPro