Conecte-se agora

Geral

Pitaya orgânica é tema de “Tarde de Campo”

Publicado

em

Uma prática de poda da planta, informações sobre fertilidade do solo e exigências nutricionais da cultura e cobertura do solo com o uso de adubos verdes, integraram o conteúdo de uma “Tarde de Campo”, tendo como tema  as principais técnicas e manejo para o cultivo da Pitaya orgânica. A atividade foi realizada na propriedade do agricultor Claudenir Euclides da Rocha, na comunidade do Cedro, em Maracajá, na terça-feira(12).

Mais de 50 agricultores da região sul participaram do evento, quantificou o engenheiro agrônomo da Epagri de Maracajá, Ricardo Martins, comemorando o sucesso da iniciativa. A “Tarde de Campo”  foi realizada em parceria com o Grupo Frutos da Terra, grupo de certificação orgânica participativa da Rede EcoVida, com apoio das prefeituras de Maracajá e Forquilhinha.

Ricardo Martins destacou sobre a importância da cultura da Pitaya na região e entre os principais temas abordados foram preparo do solo, condução do pomar, adubação e tratos culturais. “Reforçamos a importância de se utilizar uma espécie para cobertura permanente do solo, como o amendoim forrageiro, que fornece nitrogênio ao pomar, adubar as plantas na época certa e conduzir o pomar de maneira adequada”, disse o agrônomo.

O diretor do Departamento Municipal de Agricultura de Maracajá, Luiz Martinelo, o Neguinho, observou que a produção de Pitaya e, sobretudo de forma orgânica, se constitui em uma importante alternativa à agricultura familiar do município e da região. “São iniciativas como esta que têm o apoio permanente da administração do prefeito Arlindo Rocha”, salientou Martinelo.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Facebook

Crie seu site na ServerPro